quinta-feira, 13 de março de 2008

AAAAH!!! MEUS SUPERERÓIS EXISTEM!!

Os meus heróis? Aããh, meus Supereróis... Busco-os nas criaturas mais sórdidas possíveis: os MENDIGOS que repousam suas carcaças mofadas sob a latrina ao relento, a espreitar o linear afã dos alienados; as PROSTITUTAS e seus meretrícios de horas pragmáticas, contextualizadas por cafetões enrustidos; os TRAVESTIS, esses amaldiçoados anjos de dois sexos, Adão & Eva num mesmo corpo possuído, um alusivo xifópago hermafrodita; os ALCOÓLATRAS que depositam um gesto mudo em suas doses de bebida barata; e os DEUSES DA LOUCURA: esquizofrênicos, psicopatas, dementes que arquitetam e constroem Mundos intocáveis. Como os invejo. Diga-se de passagem, que, em algum dado momento, instantâneo, como num click, frenesi incalculável em um transtorno afetivo bipolar transitório, tive um denominador comum com estes anti-heróis que desfilam do alto de uma enferrujada carruagem de IPVA negado.

3 comentários:

Larissa Santiago disse...

devo lhe dizer (senti vontade disso) que respeito muitoo, mas muito mesmo os loucos, esquizofrênicoss!!!
parabéns pelo textooOO

Sylvia Maria Marteleto disse...

SENSACIONAL!!!! Nossa Podrera, texto ma-ra-vi-lho-so: texto do coração! Lindo de morrer... ainda mais pra quem te conhece, que sabe que não é jogo de personagens.
Aprecio a fidelidade às predileções; coisa que vc realiza com maestria.

Grandioso abraço mutuante!
:)

Paulo Henrique Marques Lütkenhaus disse...

Parabéns, meu irmãozinho Podrera!

Cara, você está escrevendo muito bem. Além disso, a sinceridade que brota de tuas palavras emociona.

Sempre em frente, nobre amIRMÃO!!!


Abração do Paulo "Metalizer" Lütkenhaus